Topo
Nina Lemos

Nina Lemos

No Dia da Mulher, mercado acha que queremos tomar injeção na testa

Nina Lemos

2008-03-20T18:04:00

08/03/2018 04h00

Tem vibrador "discreto", depilação, botox e tudo aquilo que a mulher não precisa, se não quiser. Foto: Getty Images

"Mimos e caprichos são sempre bem recebidos pelas mulheres em qualquer data do ano, principalmente no dia 8 de março, no qual é comemorado o Dia Internacional da Mulher". Esse release (material de divulgação) claramente sexista (não, não queremos mimos, não somos crianças que precisam ser mimadas, também não somos "caprichosas") é o texto de uma das muitas ofertas  recebidas por esse blog para o Dia Internacional da Mulher.

Há tempos, nós, mulheres, gritamos que não queremos flores nesse dia, mas respeito, salários iguais etc. Mas parece que o mercado ainda não entendeu isso e continua tentando lucrar com o Dia da Mulher de jeito estapafúrdio. Esse blog pesquisou algumas das ofertas para o Dia Internacional da Mulher e descobriu as promoções abaixo para o 8 de março, dia de luta, não de compra, como (não) se sabe.

Desconto em vibradores discretos

Os tais vibradores, indicados como presentes perfeitos para o Dia da Mulher fazem parte de uma linha que tem vibradores em formato de maquiagem. Como o "Lipstick", o "Vibrador Blush", "para a mulher que aposta na maquiagem diária e busca prazer seja sozinha ou acompanhada." Você usa o vibrador maquiada? É isso?  E o estojo de maquiagem com capa vibratória (é… Difícil entender como isso funciona).

-Depilação a laser nas axilas por apenas R$199

Espera, o que nos oferecem de coisa boa nesse dia é que a gente gaste duzentos reais para passar uma máquina na axila, que dói para caramba, para manter um padrão de beleza? No mundo todo mulheres deixam de depilar essa área porque cansaram de seguir os padrões e também como uma forma de protesto a eles. Se você, homem, acha nojento, problema seu!

-Desconto de 60% em pacote depilação do mês

Mês da mulher, "mês de ganhar desconto no pacote depilação que toda mulher deve seguir todo mês." Isso inclui virilha, axila, perna, ânus. Sim, é muita dor, é muita patrulha. E quantas vezes não se passa por essa tortura para "agradar o homem"?

-Desconto de 30 % em pacote de rejuvenescimento

Parece piada, mas não é. Vamos explicar: no Dia da Mulher, uma das coisas que fazemos é dizer não ao que nos faz mal. Um deles é justamente o de ter que ser jovem para sempre. Não é um bom dia para vender preenchimentos, não!

-Desconto em aplicação de botox

Tomar injeção nos lábio ou na testa para tornar a aparência sempre jovem logo no Dia da Mulher? Nada contra quem toma, cada um faz o que quer. Mas, não, nos lembrar que a sociedade nos manda ser jovens para sempre não é uma maneira de nos homenagear!

-Desconto de 30% em tratamento corporal (contra estrias, celulites e flacidez)

Mas o que as mulheres do mundo todo (até a Anitta!) estão dizendo não é justamente que estamos cansadas de ter que ter uma forma de seguir um padrão irreal e que, gente, celulite faz parte, todo mundo tem. Aceita.

-20% de desconto em relógios e nos perfumes importados favoritos das mulheres

A rede de supermercados que oferece essa promoção avisa "nunca é tarde para agradar". E diz que é dia de presentear quem te inspira. Como assim nunca é tarde para agradar? Parece papo de malandro que passou o ano todo sendo babaca e compra um perfuminho "porque mulher adora essas coisas" para tentar ficar bem na fita.

-Joias para valorizar a imagem

Outro release "maravilhoso" recebido por esse blog. A sugestão, novamente, é de presentear a mulher com joias. Mas a designer da tal marca vai além e dá umas dicas de como realçar e esconder "imperfeições com joias e bijuterias. Exemplo: "Os colares mais longos têm o poder de alongar pescoço e colo. Eles criam o efeito de uma linha na vertical, o que faz com que a sua silhueta pareça mais alongada. Os muito longos ajudam também a disfarçar os ombros largos."

Ela também indica anéis bons para alongar os dedos. Pelo amor, tudo o que a gente não precisa no Dia da Mulher é entrar em paranoia estética no nivel de "socorro, meus dedos são curtos demais!" Estamos o ano todo falando de aceitação. Ombros largos, pescoço curto? Não, tá tudo bem com você do jeito que você é!

Então, fica aí o pedido de Dia da Mulher. Ele é simples: OUÇAM-NOS (e não chamem o que a gente fala de mimimi).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Nina Lemos é jornalista e escritora, tem 46 anos e mora em Berlim. É feminista das antigas e uma das criadoras do 02 Neurônio, que lançou cinco livros e teve um site no UOL no começo de 2000. Foi colunista da Folha de S. Paulo, repórter especial da revista Tpm e blogueira do Estadão e do Yahoo. Escreveu também o romance “A Ditadura da Moda”.

Sobre o blog

Um espaço para falar sobre a vida das mulheres com mais de 40 anos, comportamento, relacionamentos, moda. E também para quebrar preconceitos, criticar e rir desse mundo louco.