menu
Topo
Nina Lemos

Nina Lemos

Bullying na terceira idade: Aguinaldo Silva chama atenção para esse horror

Nina Lemos

2026-09-20T18:04:00

26/09/2018 04h00

Foto: Reprodução/TVUOL

Quando a gente era pequeno, ouviu dos nossos pais, avós e professores que a gente devia respeitar os mais velhos. Mas, espera, será que todo mundo ouviu isso mesmo? Ou será que agora, em época de internet, ódio, zoeira sem limites e haters todo mundo já esqueceu?

Essa semana, o escritor Aguinaldo Silva escancarou uma coisa seríssima no Twitter. "Pessoas idosas também são vítimas de bullying. Você aí, que me lê e que já chegou aos 75 anos como eu certamente tem uma ou várias histórias para contar sobre isso. Eu, por exemplo, tenho muitas."

Na sequência, a atriz Luiza Tomé disse que tinha sido chamada de velha no Instagram (uma coisa cotidiana para mulheres famosas que passaram dos 50 e ousam postar foto de biquíni) e compartilhou o post do autor de novelas.

Mas fiquei pensando foi na crueldade e na verdade dessa expressão: "bullying da terceira idade", e nos depoimentos que vieram em resposta ao desabafo de Aguinaldo.  "E como temos! O fato de chegar perto dos 70 e não conseguir trabalhar é o maior bullying que já passei na vida adulta", disse a atriz Vera Gimenez.

"Tenho 71. O bullying é meio doméstico. Perceptível e ofensivo, tipo, fazem que não te escutam, como se você não soubesse mais o que está falando", desabafou um seguidor do autor.

Curioso, mas no mesmo dia em que Aguinaldo, Luiza e outros comentaram isso no Twitter, minha mãe me ligou chateada para contar que tinha passado por uma situação chata que, pensei depois, foi bullying.

Ela foi assistir a uma performance sem saber que era interativa (coitada!) e uma atriz passou parte do tempo a chamando de "vovó".

Minha mãe foi muito educada e não fez nada. Eu teria gritado que vovó é o caramba… Ela estava assistindo com os demais. Estava na dela. Não queria que alguém ficasse gritando: "Vó!", "Vó!", que é o mesmo que "Velha!", "Velha!". Nada errado com ser avó e nem com ser velha. Só que ninguém quer ser definido por causa da idade, certo? Imagina se a atriz da peça visse alguém e falasse: "Pirralha! Pirralha!" Deixem as pessoas em paz.

Os exemplos de bullying são muitos e parecem atingir todo mundo (bom a gente já ir se preparando). Um dos mais famosos é um vídeo onde  Chico Buarque conta, às gargalhadas, que uma vez foi ver um vídeo seu no Youtube e, quando olhou os comentários, se deparou com: "Seu velho! Seu velho!". No vídeo, Chico ri tanto que nem  consegue completar a frase. Mas, na maioria das vezes, não dá para rir disso, não.

O que passa pela cabeça de uma pessoa que vai até o Youtube ver um vídeo de um artista como Chico Buarque para chamá-lo de velho? Por que uma pessoa vai até a página de uma atriz para chamá-la de velha? Elas não sabem que também vão envelhecer? Velhice é um fator que acontece com todos, tipo nascer,  morrer…

E, sim, o Chico Buarque é velho, mas isso diminui algo nele? Não era para respeitar ainda mais? Sinceramente. tem muita gente que deu errado como ser humano. E ainda acham que estão "lacrando".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Nina Lemos é jornalista e escritora, tem 46 anos e mora em Berlim. É feminista das antigas e uma das criadoras do 02 Neurônio, que lançou cinco livros e teve um site no UOL no começo de 2000. Foi colunista da Folha de S. Paulo, repórter especial da revista Tpm e blogueira do Estadão e do Yahoo. Escreveu também o romance “A Ditadura da Moda”.

Sobre o blog

Um espaço para falar sobre a vida das mulheres com mais de 40 anos, comportamento, relacionamentos, moda. E também para quebrar preconceitos, criticar e rir desse mundo louco.